segunda-feira, 16 de junho de 2008

Nicholas Sparks



(As fotos de Nicholas Sparks e do Livro O Diário da Nossa Paixão foram copiadas da Internet)






Do Diário da Nossa Paixão:

“Todas as manhas ele lê para ela, de um caderno desbotado pelo tempo, uma história de amor que ela não recorda nem compreende. Um ritual que se repete diariamente no lar de idosos, onde ambos vivem agora. Pouco a pouco, ela deixa-se envolver pela magia da presença dele, do que ele lhe lê, pela ternura dele… e o milagre acontece. A paixão renasce, transpõe o abismo do tempo, o abismo da memória, e por instantes ela volta para ele… apesar da doença. Mas haverá mais.

Todos os dias, ele lê-lhe a história de um simples rapaz sulista e de uma rapariga destinada a brilhar na high society. A primeira paixão, clara como a manha orvalhada de maravilha e descoberta. Afastados depois pela impiedosa exigência do abismo que os separa. Catorze anos mais tarde, ele é sobrevivente da guerra e ela está a poucos dias de se tornar a mulher de outro homem. Mas volta por uma necessidade imperiosa de o rever. O reencontro traz de novo toda a magia."

UMA LINDA HISTÓRIA QUE PROVA QUE QUANDO HÁ AMOR NADA MAIS IMPORTA

Foi o segundo livro que li de Nicholas Sparks, o primeiro foi "As palavras que nunca te direi".

Gostei muito do primeiro, mas este foi o que me levou a ler a seguir todos os seus livros.

Mas "Um Momento Inesquecível" foi o que mais me marcou, pela história magnífica de uma jovem que acaba por morrer de leucemia.

A morte e a fé estão sempre presentes nos seus livros.

Obrigada Nicholas Sparks por me fazeres ver a vida de outra forma.

3 comentários:

Soraia Chiquinato disse...

Já ouvi falar deste escritor, grande em sensibilidade. Vou tentar ler, pois nunca tive esse costume. Os meus livros são os cd's, mas realmente há muito que aprender com a leitura.

Friedrich disse...

jumjiumnNão querendo comparar-me a Nicholas Sparks, há muito da sua filosofia que se enquadra na minha maneira de ser e pensar, embora só tenha lido um livro dele "As Palavras que nunca te direi" que se trata de uma poética mensagem de amor na origem de um encontro arrebatador entre um homem e uma mulher cujos afectos já há muito se encontravam adormecidos. É de facto um excelente escritor dentro do género e dos mais traduzdos actualmente.

Gostei do muito teu blog Ana Paula, e agora fiquei a conhecer um pouco mais de ti...

Um beijo meu, querida Ana!
http://ababushka.blogs.sapo.pt/

Ana disse...

Obrigada Friedrich por teres vindo ver o meu espaço e deixares a tua marca. Sabes que te admiro muito como homem inteligente que és, sensível, intelectual. Identifico-te muito com Nicholas Sparks pela tua maneira de pensar. Um dia disseste-me que a tua maior empresa era a tua família, esta frase diz tudo. A forma como escreves faz-me sentir, viver o que transmites, isso caracteriza um grande escritor. Gostava que escrevesses um livro com os teus textos e que não te esquecesses de me convidar para a apresentação do mesmo se eu ainda por aqui andar.
Um grande beijinho de amizade,
Ana