quarta-feira, 1 de abril de 2009

UM PASSEIO PELA CIDADE...

Esta bonita rosa, única numa roseirinha ainda nova, estava a realçar no verde que a cercava.


Numa casa muito antiga, a precisar de restauro, e no 1º.andar da mesma, vi este painel de azulejo que sobressai e que diz o seguinte: AS FLORES POR ONDE PASSA, SE 0 PÉ LHE ADREGA DE PÔR, FICAM, DE INVEJA, SEM CÔR… F. R. Lobo

Esta vivenda de 1º. andar tem uma árvore muito bonita que já cresceu acima do telhado da mesma, está muito florida, parecem rosas (não sei o nome)


Ao passar por este muro, de uma casa antiga não resisti ao cheiro do jasmim.

Amigos são flores... São flores plantadas ao longo do nosso caminho para que saibamos encontrar primavera o ano todo.

11 comentários:

Agulheta disse...

Ana. Para mim vale a singelesa das palavras e a beleza das fotos que os teus olhos firmaram,por todas elas valem a amizade sempre que é mais bela semente,em parseria com o amor.
Beijinho da Lisa

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA, MINHA MUSA ENCANTADA DE AVEIRO.... ADORO AS TUAS POSTAGENS E ESTA NÃO FOJE Á REGRA...BELÍSSIMA... MUITOS ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Kafia disse...

bem ja vi que foi um lindo passeio :)

Agora nas ferias da pascoa vou dar um passeio pela cidade e tirar montes de fotos pa publicar :D

Anónimo disse...

Olá pulguita:
É como eu digo ninguém te vai parar tens que registar tudo por onde passas, mas com o pormenor de muito bom gosto.

Bjnho

José Rasquinho disse...

Agora que a máquina parece ter voltado do estaleiro, e que já temos o mesmo patrão, muitas coisa bonitas como estas irão certamente aparecer por aqui!!!!
Bjinhos!

Zémaiato disse...

Pronto Ana, chegou mais uma "flor", se os amigos o são e tu o dizes, cá estou.
E quero dizerte quão bonitas são estas tuas fotos, as criadas por arte da natureza que nos sustenta a vida e a do artista Lobo, pintura em azulejo.
Sobre essa arte deixa-me acrescentar:

Menina que vai à fonte,
Leva um cântaro à cabeça;
Até à encosta do monte,
À nascente que a mereça.

Leva outro sobre a anca,
Espalha doçura no ar.
Manto azul, roupa branca,
Continua a caminhar.

Envio-te beijos para que os espalhes pelas ruas de Aveiro e nas águas da Ria.
José faria

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA, JÁ ASSINEI O TEU LIVRO...JÁ TINHA ANDADO Á PROCURA ,MAS NÃO O TINHA ENCONTRADO... BEIJINHOS DE MUITA TERNURA E CARINHO,
FERNANDINHA

Anónimo disse...

Estou imaginando...
... a liberdade acenou-te, o gosto pela vida chamou-te, a máquina piscou-te a objectiva...
Ao fim do dia procuraste a farmácia de serviço para comprares pensos para as bolhas que começaram a manifestar-se no teu indicador direito... Mas isso passa. Provavelmente irás depois comprar pensos para calos e, quando já não os tiveres, certamente terás que chamar o Guiness para registar o dedo indicador mais musculado do mundo!
Mas não faz mal. Dá-lhe gás, pois ainda faltam 728 dias para terminar a garantia (LOL) e como cada momento é único, guarda todos os que puderes.
Gostei "bués", não só pelas fotografias e pela mini reportagem em si, mas pela visível alegria que partilhaste com o mundo.
Bjinho.

mundo azul disse...

________________________________

Que bonitas essas fotos!


Tudo bonito por aqui...

Beijos de luz!!!

_________________________________

poetaeusou . . . disse...

*
tudo que é simples é belo,
as tuas palavras,
as tuas fotos,
e os teus olhares
que clickam sensibilidade,
,
lindo, amiga,
grato pela partilha,
,
maresias esvoaçantes, deixo,
,
*

Multiolhares disse...

è só estarmos atentos e tanta beleza nos aparece ao olhar
beijos