domingo, 29 de março de 2009

NA CALADA DA NOITE...



Foto que tirei à noite junto à Capela das Barrocas em Aveiro (perto de onde resido)


Na calada da noite de Cristina Fidalgo:


Na calada da noite ouço o sussurro do tempo que me beija silenciosamente e me adentra pleno de pétalas brancas de magnólias e aromas frescos de mar... É um tempo que sabe de mim a vontade dos pés descalços e dos braços desamarrados de medos e me enlaça suavemente num despertar lento e calmo que me sabe a ternura de terra mãe e a pele suada de ti...

É assim, na calada da noite, que me alongo num espreguiçar lânguido e te-me desperto num sorriso de palavras-silêncio que soam a gemido...

Na calada
da noite
na ponta
dos teus dedos
baila

o meu sorriso...

No vértice
dos meus segredos
está o brilho

dos meus olhos...

Em silêncio
nas pontas
dos meus dedos
desfio

os nossos sonhos...

e
silenciosamente
beijo-te!...



Cris (Dos meus lábios nasce a noite)

11 comentários:

Anónimo disse...

Juntas são dinamite. Tenho dito.

LMI disse...

Bela foto acompanhado dum bom poema.Beijinho

Olha já coloquei algumas fotos novas.

http://luismiguelines.blogspot.com/

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA, BELÍSSIMA CALADA DA NOITE... ADOREI MINHA AMIGA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Agulheta disse...

Ana.É na calada da noite que fala o coração, o silêncio e o amor,muito bonito adorei.
Beijinho querida e boa semana


Lisa

elvira carvalho disse...

Amiga, obrigada pelo seu carinho. Meu pai já partiu e eu estou muito triste.
Um abraço

O Repórter Alentejano disse...

Olá!
Eu já estou como o "Anônimo"... É que vocês as duas fazem cá um duo!
Tu com esse olhar dócil, característico e despretencioso que, como já estou farto de azucrinar, faz poesia gráfica do trivial.
A Cristina, sempre com aquela sensualidade textual tão saborosa que apetece "encher de beijos"...
... e termino com um "copy/paste" mental do comentário da "Agulheta" que complementa na perfeição a tua / vossa mensagem.
Bêjos, baijos e afins. Boa semana!
O Repórter Alentejano.

Shadow disse...

Mto lindo mmo. Voto no texto da Kris.

Zémaiato disse...

Obrigado Ana, por me deixares entrar nesta tua "casa" Net, e poder navegar pelo que ditam os teus dedos e pensamentos.
Sempre, e até pela calada da noite, basta-me introduzir os carateres e o registo de Zémaiato, para te deixar o meu abraço silencioso, mesmo pela calada da noite.
E por aqui continuarei com meu olhar boiando nas águas da Ria de Aveiro.
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
na calada da noite
entre algas de espuma,
a foto expressiva
e o deleita das palavras,
conjugam beleza,
,
um mar de carinho, deixo,
,
*

Kafia disse...

linda foto e lindo poema Ana.

Segui a tua dica e ja tem lá uma fotinha:)

Nuno de Sousa disse...

Mai sum belo post foto e poema amiga Ana, mas a musica ui deliciosa :-) mi encanta
Nuno